quinta-feira, junho 09, 2005

Shannon Wright




Havia nela qualquer coisa que o encantava. Seria o sorriso, talvez a forma como se aproximava com o seu “passo inseguro”. Assustava-o o facto de se sentir susceptível ao mais leve gesto que fazia…
Enquanto a seguia com o olhar desbravava sentimentos contraditórios. Se por um lado se fazia de forte por outro a sua voz dominava-o…

3 comentários:

musqueteira disse...

Viva HM,
Os desejos contraditórios do encantamento!

Pedro F. Ferreira disse...

Bom som e bom texto.

aprendiz disse...

Obrigada pela Surpresa!
Sabe bem terminar este "duplo" fim-de-semana com Shannon Wright.

 

page counters