quinta-feira, junho 09, 2005

Mondovino

Acabou de jantar num restaurante nepalês, sorvia a conversa de alguém que tinha viajado à pouco tempo por aqueles lados. Colocou os cotovelos em cima da mesa. As diferentes culturas fascinavam-no, secretamente guardava o desejo de um dia partir à descoberta…
Desceu as escadas e sentou-se no escuro, gostava dos momentos de antecipação. Surgiam pessoas, experiências de vida enredadas em volta de tradições, sábios conselhos e duras realidades. Enalteciam-se os pormenores em detrimento dos primeiros planos. Sorria a pensar que na vida também se apaixonava pelos pequenos detalhes, que são eles que nos tornam cúmplices.
Aos poucos ia-se tornando amigo de alguns, entrava nas suas vidas, percebia os seus receios e partilhava os seus confrontos. E ria com eles, com a genuinidade de quem sabe que tudo é relativo. Falavam-lhe de vinho, mas sobretudo da relação entre as pessoas e os lugares.
Deixou-se ficar na cadeira um pouco mais... nesse dia viajou...


2 comentários:

francis disse...

Vi a publicidade ao teu Blogue no Hmémnon há 1 semana e... cheguei aqui hoje. Desejo-te as maiores felicidades nesta aventura.
Estaremos por aí.

musqueteira disse...

Viva HM,
A viajem... é um mapa cheio desupresas.

 

page counters