sábado, julho 02, 2005

Assim se passam as tardes..

Começava pelas pernas e ia alastrando ao longo do corpo demorando-se nas pontas dos dedos, um espécie de formigueiro de lassidão que o devorava. Um fastio que o deixava sem vontade, sem ânimo e no entanto a sua mente vagueava sem descanso…


4 comentários:

Pedro F. Ferreira disse...

Olha lá, já pensaste que esse formigueiro pode ser o começo de um ataque de pânico, de caspa, ou de qualquer outra maleita resultante da indolência? :)

Jair disse...

Hum,vou mais para uma micose,é que a caspa normalmente esta associada ao cabelo.
Hei,espera ai,quantos pelos é que tens no pé Hugo?
Entretanto fiquei extremamente aborecido quando a musica do jay jay terminou.
Mas só o que é mau é que não tem fim.
Saudaçoes musicais!

aprendiz disse...

Gosto da fotografia!

...acho que gosto dela porque ela vem de encontro ao que me apetece: Um sol tímido a dar nas costas, uma inteira cidade em movimento e imenso trabalho em cima da secretária...abandonado.

Nota: Ainda não tive coragem de mandar tudo às Malvas!!Mas que era bom ERA!

musqueteira disse...

Viva HM,
Hoje acordei com esta imagem na minha memória!...A Ponte...e este recorte de Lisboa...mas visto de uma esplanada situada no Alto de Santa Catarina!;)

 

page counters